Realizações do ultimo trimestre da Moradia e Cidadania/PI

7 abr 2022
0

Realizações do ultimo trimestre da Moradia e Cidadania/PI

No ultimo trimestre a Moradia e Cidadania/PI realizou varias demandas com ações e projetos para que fosse possível atender e beneficiar aqueles mais vulneráveis do estado.

No mês de Janeiro de 2022, foi dado continuidade da campanha de natal #CompartilheAmor onde junto com a APCEFPI foi realizada a entrega de cestas básicas para várias famílias, assistidas pela Associação de Mulheres do Bairro Ilhotas e e o Instituto das Irmãs Ursulinas, todas elas em situação de vulnerabilidade social.

Logo em seguida em parceira com o Instituto Logística Unindo Solidariedade e Sustentabilidade (LUSS) nos unimos para que fosse possível desenvolver um projeto para a construção de cisternas na regiões do semiárido do estado. As cisternas do projeto possuem 16 mil litros e consegue fornecer água para 4 a 6 famílias durante 6 meses. “Um projeto de baixo custo porém de alto impacto”, relata Guto Oliveira presidente do Instituto LUSS.

Mais adiante, foi realizada uma palestra sobre higiene bucal e técnicas de escovação para as crianças do projeto Flor de Mandacaru na FEMAN (Fundação Educacional Mandacaru) toda esta palestra foi uma parceira entre a Moradia e Cidadania/PI, APCEFPI e FENAE para conscientizar as crianças sobre a importância de ter uma higiene bucal adequada.

Já no mês de Fevereiro foi promovida uma campanha juntamente com a AGECEFPI para ajudar o grupo Anjos Albinos, que visava arrecadar camisas com mangas compridas para contribuir com a saúde de pessoas albinas, pois a exposição ao sol pode lhes causar queimaduras e evoluir para um câncer de pele.

No mês de Fevereiro foi realizada também a entrega de cestas básicas para famílias do Projeto: Educando para o futuro das Irmãs Ursulinas. Onde várias pessoas foram beneficiadas com a entrega dos alimentos.

No dia 04/02 foi realizada a visita no viveiro de plantas SAAD Leste, para a culminância do Projeto Flor de Mandacaru – Semeando Sonhos e cidadania onde foi solicitado mudas de plantas frutíferas visando sensibilizar ás famílias para o cultivo destas plantas e a melhoria da qualidade nutricional, consequentemente a melhora da saúde e ajudando a diminuir o aquecimento global.

Logo após no dia 06/02 foi realizado o encerramento do projeto Flor de Mandacaru, fruto das parcerias FENAE, APCEFPI, FEMAN e Moradia e Cidadania/PI o encontro foi realizado com o intuito de celebrar o semear de sonhos das crianças, pais, professores/monitores e parceiros. Um momento de agradecimento e reconhecimento de todos os envolvidos.

Na mesma semana recebemos doações de cabelos que foram encaminhados para a RFCC-PI que realiza a confecção de perucas e doa para pacientes em tratamento oncológico.

Em seguida a Assistente Social, Gersânia participou da reunião de articulação com a Defensoria Pública do Piauí para a ação “Dia D da Defensoria” no intuito de atendimentos extrajudiciais de mediação/conciliação e atividades de educação em direito.

Finalizando o mês de Fevereiro, na semana do dia 20/02, foi recolhido na casa de doadores cadeiras de escritório, cama com colchão e 1 de solteiro, mesa, sacolas de roupas, copos e algumas louças para a Associação de Mulheres do bairro de Ilhotas. Estas doações beneficiaram famílias da Vila Ferroviária.

Chegando mês de Março foi realizado um encontro para avaliação da campanha solidária de arrecadação de camisas de manga longa, voltada para o Grupo Anjos Albinos, projeto que já vinha sido apoiado no mês de Fevereiro, onde a intenção é ajudar/contribuir com a saúde dos jovens. A reunião teve o intuito de promover um levantamento de diretrizes para a continuidade e o fortalecimento da parceira.

Logo em seguida na manhã do dia 07/03 foi entregue ao Sr. Edvaldo Damaceno, representante do grupo, camisetas de manga longa onde foi possível ajudar varias pessoas com albinismo. Pessoas com albinismo não produzem melanina, pigmento responsável por dar cor à pele e protegera-la do sol, por tanto a mínima exposição ao sol pode causar queimaduras e evoluir inclusive para o câncer de pele(como o melanoma maligno, e carcinoma).

No dia 09, a Moradia e Cidadania doou uma cadeira de rodas para o senhor Sérgio de 55 anos, paraplégico. A solicitação de ajuda chegou à ONG/PI através de associado empregado CAIXA. A família do beneficiado estava em grande situação de dificuldade financeira decorrente da pandemia! A cadeira possibilitou certa autonomia e mais qualidade de vida ao Sr. Sérgio. Para a aquisição da cadeira de rodas que foi doada ao Sr. Sérgio, a Moradia e Cidadania contou com a parceria do Rotary Clube de Teresina Rio Poti que forneceu a cadeira a preço/valor de custo.

No dia 12, foi realizado uma ‘tarde comemorativa’ em homenagem às mulheres do Grupo de Mães Gaivotas que Voam Longe. Na ocasião, foi desenvolvida dinâmica interativa, música com a temática MULHER(Erasmo Carlos), roda de conversa ressaltando as lutas diárias; valorização; empoderamento das mulheres para as conquistas coletivas.

No dia 14, foi retomado o reforço escolar com o projeto “Educando para o Futuro”, que veio fazer diferença na sociedade onde muitos que ingressaram no 3° ano do ensino fundamental chegam ao projeto sem saber escrever corretamente o próprio nome. Porém com o auxilio e dedicação conseguem vencer esta dificuldade e prosperar nos estudos!

Adiante em parceria com a Clínica Tércio Rezende viabilizou atendimento oftalmológico para o sr. Antônio Nunes, esposo de uma colaboradora voluntária da Sociedade E. Luz de Nazaré (Projeto Iluminando Caminhos). Sr. Antônio desde 2019 vinha apresentando um problema no olho esquerdo (tumor), de diagnóstico não conclusivo, impossibilitando-o de trabalhar(motorista).

Finalizando, no dia 30 uma família foi beneficiada com a doação de um colchão de casal que foi articulada por um colaborador voluntário e associado da Moradia e Cidadania/PI – Empregado CAIXA.

Confira a galeria: