ONG Moradia e Cidadania/PE participa da organização do seminário de lançamento do Prêmio ODS Brasil em Pernambuco

  • Início
  • ONG Moradia e Cidadania/PE participa da organização do seminário de lançamento do Prêmio ODS Brasil em Pernambuco
18 maio 2018
0

ONG Moradia e Cidadania/PE participa da organização do seminário de lançamento do Prêmio ODS Brasil em Pernambuco

Prêmio visa incentivar práticas sustentáveis no Brasil. A ONG concorrerá ao prêmio com o projeto Agente Ambiental

     A ONG Moradia e Cidadania – Coordenação Pernambuco participou da organização do seminário de lançamento da 1ª Edição do Prêmio ODS Brasil em Pernambuco, realizado no dia 16 de maio de 2018, na sede da Amupe. A ONG ajudou na divulgação do evento e articulou a apresentação cultural do grupo de maracatu do Movimento Pró Criança e a comercialização dos artesanatos do projeto Semeando Futuro – grupo de artesãs incubado pelo Núcleo de Extensão da Fafire e apoiado pela ONG/PE que trabalha com os princípios da economia solidária.

     Representando a organização no seminário estiveram presentes a coordenadora estadual Selda Cabral, a gerente estadual de administração e finanças Rafaela Batista, a assistente de projetos Isabella Santos, e o auxiliar de comunicação Heictor Carvalho.

O evento

     O seminário marcou o lançamento do Prêmio ODS Brasil em Pernambuco. A premiação é uma iniciativa da Secretaria de Governo da Presidência da República que visa incentivar, valorizar e dar visibilidade a práticas que contribuam para o desenvolvimento sustentável do Brasil – ambiental, social e econômico. O prêmio está relacionado à disseminação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que 193 países, incluindo o Brasil, firmaram acordo em alcançá-los até 2030 (Agenda 2030) – acordo firmado na assembléia geral das Organizações das Nações Unidas (ONU) em 2015.

     O seminário contou com a participação do governo federal, estadual, organizações Não Governamentais, setor empresarial, municípios e universidades.

     A mesa de abertura foi formada pela prefeita de Surubim, Ana Célia, pela representante da ABONG, Alessandra Nilo, pela representante da Pró-Reitoria de Extensão e Pesquisa da UFPE, Maria Cristina, pelo coordenador de Políticas públicas do SEBRAE, Fernando Clímaco, pelo secretário estadual da secretaria de meio ambiente, Carlos Cavalcanti, pelo secretário executivo da SEPLAG, Adilson Gomes, pelo prefeito de Afogados da Ingazeira e presidente da AMUPE, José Patriota, e pela representante do Governo Federal, a coordenadora geral de Projetos Especiais da Secretaria Nacional de Articulação Social, da Secretaria de Governo da Presidência da República, Rúbia Quintão.

     Sobre a Agenda 2030 – prazo para que os ODS sejam alcançados -, a representante do Governo Federal, Rúbia Quintão, enfatizou a importância da sociedade civil para que a articulação dê certo. “A sociedade civil é importantíssima neste processo. Vocês (sociedade) é que falam com as pessoas daqui do território. Então são vocês que conhecem os problemas de perto. É fundamental a participação da sociedade civil. A gente enxerga e entende isso e espera que a comissão estadual seja estabelecida e que comissões municipais também comecem a surgir em Pernambuco” pontuou Rúbia.

ONG participará do Prêmio ODS Brasil

     O projeto Agente Ambiental foi um dos eleitos pela Coordenação Pernambuco a participar da premiação. “Um dos projetos submetidos à disputa será o AGENTE AMBIENTAL, desenvolvido há cerca de 10 anos. Ele consiste na coleta de papéis inservíveis e resíduos eletroeletrônicos da Caixa Econômica e empresas parceiras, com encaminhamento às empresas de reciclagem da Região Metropolitana do Recife. A expectativa da Moradia e Cidadania/PE quanto ao prêmio é a melhor possível, considerando a primeira edição do evento e a forte visibilidade que o mesmo pode proporcionar” disse Isabella Santos, assistente de projetos da ONG Moradia e Cidadania/PE.

Conheça o Prêmio ODS Brasil, aqui

Categorizados em: