Mutirão social realizado pela Coordenação PE e CRC Marista beneficia mais de mil pessoas da Zona Norte do Recife

  • Início
  • Mutirão social realizado pela Coordenação PE e CRC Marista beneficia mais de mil pessoas da Zona Norte do Recife
24 mar 2017
0

Mutirão social realizado pela Coordenação PE e CRC Marista beneficia mais de mil pessoas da Zona Norte do Recife

      A ONG Moradia e Cidadania/PE e o Centro Marista Circuito Jovem – Recife (CRC Marista) conseguiram parceiros para o I Mutirão da Ecocidadania no Parque Urbano da Macaxeira. Faculdade Marista, administradores do parque, Secretaria da Juventude e lideranças das várias comunidades que fazem a Zona Norte do Recife, e outros parceiros, construíram juntos à ONG e o CRC, um mutirão para o povo. Na oportunidade, foram prestados serviços jurídicos e de saúde, plantação de mudas de Pau Brasil, feirinha de artesanatos para as artesãs das comunidades que fazem o entorno do parque expor os seus produtos, música ao vivo, e um festival de vôlei de areia. Aluguel de cadeiras, mesas e toldo, e parte dos materiais de comunicação usados (banners, faixa e arte do grid) foram bancados pela ONG Moradia e Cidadania.

      “Todas as ações foram construídas por parceiros e pessoas voluntárias que vivem na comunidade por meio de várias reuniões, chegando às escolhas devidas e importantes para as comunidades.”, explicou Selda sobre o processo de criação do mutirão. O mutirão foi realizado das 15h às 19h do dia 17 de março de 2017, no Parque Urbano da Macaxeira, na Zona Norte do Recife. Os organizadores contabilizaram o atendimento, direto e indireto, de 1.900 pessoas. 

      A artesã do Córrego do Jenipapo Elienai Guilherme da Silva, de 51 anos, foi uma delas. Ela aproveitou o espaço cedido para o comercio de artesanatos dado pelo Mutirão “eu nunca tinha participado de uma ação como essa. Sempre coloco meus produtos na internet e no conselho dos moradores do Córrego” explicou a artesã. E aproveitou a oportunidade: “Achei maravilhoso, gostei!”, falou Elienai.

     Já o morador de Casa Amarela, José Soares, 51 anos, gostou mesmo das emissões de segunda via de documentos pessoais. “Eu acredito que o serviço mais importante é a expedição de documentos, porque quando se trata de segunda via e terceira via são caros, e nas comunidades carentes um serviço desses auxilia muito”, avaliou José.

     A realização do I Mutirão Ecocidadania contou com a participação das seguintes instituições: Agência de Emprego do Recife; Batista e Vasconcelos – Assessoria Jurídica; Celpe; Compesa; Detran-PE; Emlurb; Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco; Instituto de Inovação e Economia Circular; Instituto Miguel Arraes; Parque Urbano da Macaxeira; Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco; Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer do Recife; Secretaria Executiva da Criança e Juventude de Pernambuco; Visão Mundial.

Projeto Maracatu Batuque Erê, da ONG/PE, participa do encerramento do evento

     Por volta das 19h, as crianças e adolescentes do projeto Maracatu Batuque Erê, do Morro da Conceição, fizeram uma apresentação no encerramento do mutirão. Liderados pelo instrutor Pinha Brasil, os batuqueiros fizeram um mini cortejo pelo parque para convidar as pessoas a participarem do encerramento do evento social.

 

Categorizados em: