Moradia e Cidadania/SC participou do IV Encontro de Ação Social e Biodanza, que ocorreu em Gravatal/SC

25 ago 2011
0

Moradia e Cidadania/SC participou do IV Encontro de Ação Social e Biodanza, que ocorreu em Gravatal/SC

   A Moradia e Cidadania/SC foi parceira na realização do IV Encontro de Ação Social e Biodanza, que ocorreu em Gravatal/SC, no período de 04 a 07 de agosto de 2011. O Encontro teve a participação de 400 pessoas, reunindo ONGs, poder público, educadores, profissionais da saúde, público das mais diversas áreas de atuação na Ação Social da América Latina, Europa e diversos estados brasileiros. Foram tratados temas como: comunicação não violenta, Educação Biocêntrica e vivencial nos espaços cotidianos e nas relações interpessoais, conforme certificado e programação em anexo.

    Durante cinco meses, esteve no ar o site www.biodanzasocialbiocentrica.org.br, recebendo inscrições, informando para o evento e trazendo artigos científicos dentro de novos paradigmas da humanidade, como: o desenvolvimento da educação afetiva, a educação biocêntrica (método reflexivo-dialógico-vivencial na comunicação), de movimento humano, onde a vida é trazida ao centro da consciência e o respeito às diferenças, a educação aos direitos e deveres da cidadania, fazendo com que se fortaleça a identidade deste povo ainda sem acesso ao seu próprio desenvolvimento como ser, proporcionando possibilidades de abertura, aprendizagem e crescimento.

    Dentre tantas metodologias realizadas junto às escolas da região e no próprio evento, a Ação Griô destaca-se como a voz do povo, resgatando sua cultura e suas raízes, através do mestre Griô, que interage dentro das escolas, trazendo sua sabedoria intrínseca para que este saber seja valorizado e integrado às novas gerações e se constitua uma geração forte e enraizada na sua cultura.

    Durante a semana do evento, facilitadores de Educação Biocêntrica, e professores que já vêem dos movimentos sociais com técnicas de arte-identidade e teatro, levaram para dentro das escolas do município e algumas escolas estaduais da região estas metodologias, provocando reflexões profundas de como a escola pode ser diferente, mais instigante, onde o movimento passa a ser privilegiado e o desenvolvimento intelectual do aluno seja integrado ao seu cotidiano, não apenas com informações históricas, geográficas e de cunho sócio-educativo, mas que também o indivíduo possa estar preparado desde a sua essência para a vida que se revela cada vez mais desafiante em nossa contemporaneidade.

    O evento surpreendeu pelo impacto e ao mesmo tempo como foi sendo absorvido pela população, desde seu início, porque teve sua realização, além das salas de hotéis (para as mais de 20 oficinas e trocas de saberes), com encontros pontuais no salão comunitário local e se tornou visível à população. Fizemos ali a apresentação do folclore do Boi de Mamão, que foi resgatado pelo evento irmão, ocorrido no ano de 2009, e entregue a uma comunidade que o mantém com todo vigor de seu encantamento.

    Teve uma feira de artesanatos da região, com bio-jóias, representação de uma comunidade de tecelões, artesanatos em vidros e roupas, com a presença de 13 artesãos, que interagiram, venderam seus produtos e criaram redes efetivas de trocas.

RESULTADOS OBTIDOS

   O incentivo e a consolidação das redes afetivas criadas durante o Encontro no âmbito da Educação, Saúde e Ação Social;

    Favorecimento do trabalho coletivo exercitando a pedagogia do diálogo e o respeito à diversidade e às diferenças, pois no mesmo espaço coexistiram várias classes sociais, regionalidades e nacionalidades;

    Profissionais da área da educação, saúde, ação social e turismo foram qualificados através de ações de aprendizagem que utilizam a Educação Biocêntrica como metodologia que visa o fortalecimento da consciência social e o bem estar integral do indivíduo.

Participaram do Encontro:

  • Representantes das ONGs Moradia e Cidadania, RINACI – Rede Integração e Cidadania, Travessia e CEPAGRO – Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo;
  • Representante da Caixa Econômica Federal;
  • Secretários da Educação, Inovação e Cultura; Saúde; Turismo, Indústria e Comércio, e Assistência Social e Habitação;
  • Diretores das Escolas de Biodanza® do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Ceará, Argentina (Santa Fé, Paraná, Buenos Aires), Uruguai;
  • Universidade Biocêntrica do Ceará e Pró-Reitoria de Extensão em Educação Biocêntrica da UNISC – Universidade de Santa Cruz do Sul.

CRÉDITO FOTOS: Nasser Hassan

Categorizados em:

Deixe uma resposta