Moradia e Cidadania/PE lança novo projeto cultural no Morro da Conceição: Coco Virado. Confira!

15 maio 2017
0

Moradia e Cidadania/PE lança novo projeto cultural no Morro da Conceição: Coco Virado. Confira!

       É controverso dizer que o ritmo do coco nasceu em Pernambuco. Mas é correto afirmar que ele influenciou bastante as composições de grandes artistas pernambucanos como Chico Sciense, Alceu Valença, Dona Selma do Coco, entre outros. Pretendendo estimular essa fonte musical regional e conciliá-la à educação complementar de crianças e adolescentes em vulnerabilidade social da Zona Norte do Recife, a ONG Moradia e Cidadania/PE lançou, no mês de abril de 2017, o apoio ao projeto Coco Virado, liderado pelo Mestre Pinha Brasil, no Morro da Conceição, Casa Amarela. O projeto musical surgiu paralelamente aos ensaios do Maracatu Batuque Erê – outro projeto cultural, que também é apoiado pela organização dos empregados da Caixa – e hoje conta com 15 integrantes de 10 a 17 anos.

      Para o Coco Virado, a ONG patrocinou duas tendas para apresentações e a confecção de uma faixa com a logomarca do grupo. A organização também colabora com a compra dos lanches semanais para os ensaios, que acontecem nas tardes dos sábados, mesmo dia das atividades do Maracatu Batuque Erê, no conselho dos moradores do Morro da Conceição.

Apresentação na Bomba do Hemetério

     No sábado dia 06 de maio de 2017, o grupo do Coco Virado fez uma apresentação no evento “Coco na Bomba”. Na ocasião, também teve a apresentação de outros grupos – grupo capoeira Mestre Melodia, Rala Coco Maria, Iara Raiz, Bezouro Mangagá, Maracatu Raizes de Pai Adão, Na pisada do Mestre e Hora da Canja. O evento foi um movimento na comunidade para arrecadar fundos para os segmentos culturais.

Categorizados em: