Moradia e Cidadania/DF participa da formatura do Curso de Cabeleireiro

13 maio 2011
0

Moradia e Cidadania/DF participa da formatura do Curso de Cabeleireiro

     A Moradia e Cidadania/DF é parceira do Projeto Mulher, Beleza e Visual, iniciativa que proporciona o resgate da autoestima, o desempenho sócio-educacional, e oferece condições favoráveis de inserção no mercado de trabalho, para mulheres de baixa renda. A maioria, mães dos alunos da escolinha de futebol da Associação Atlética de Santa Maria-AASM.     

    No dia 15 de abril de 2011, representantes da ONG participaram da solenidade de formatura dos Cursos de Manicure e Pedicure, realizado pela AASM. Estavam presentes Laurêncio Korbes, Conselheiro Fiscal da Moradia e Cidadania, Jussara Giane, Coordenadora da ONG no Distrito Federal, Cristiane Campos Mendes de Melo, Auxiliar Administrativo da Coordenação DF, e a parceira voluntária Cleuza Brandão.  

    Maria do Amparo, Presidente da AASM, agradeceu a colaboração da ONG para a realização das diversas atividades que acontecem na Associação. Em seguida, os representantes da Moradia e Cidadania fizeram um breve discurso sobre a importância do Projeto para o desenvolvimento socioeconômico dos beneficiados, e sobre o valor da parceria da ONG para a melhoria da comunidade local.

   

    A Coordenação DF presenteou os 14 formandos do curso, com kits cabeleireiro e manicure, cada um contendo diversos equipamentos necessários para começar a exercer a profissão. Em seguida foi oferecido um delicioso lanche.

   

     Valdinete Conceição dos Santos, aluna do Curso de Cabeleireiro, conta que “quando entrei no curso não sabia pegar no alicate de unhas, hoje aprendi o oficio de cabeleireira e manicure, e realizei um sonho”. Valdinete, aluna exemplar, ia do Gama à Santa Maria para participar do Curso, e não faltou uma aula sequer.   

    Além das monitoras do Curso de cabeleireiro e manicure, o Projeto contou com uma recreadora para a brinquedoteca, que cuidou das crianças, filhos das alunas. Oferecer um curso profissionalizante, é possibilitar que essas mulheres trabalhem em casa, e tenham tempo para cuidar de seus filhos.  A AASM desenvolve, há nove anos, programas com intuito de tirar crianças e adolescentes de 7 a 17 anos das ruas, evitando a vulnerabilidade dos mesmos.

    Daiane da Silva Ferreira afirma que o Curso foi ótimo. “Eu ficava em casa, e não conseguia emprego por falta de qualificação. Hoje eu trabalho por conta própria e conquistei independência financeira do meu marido”.

Categorizados em:

Deixe uma resposta