Empregados da Caixa criam comitê da ONG Moradia e Cidadania em Petrolina

4 jun 2020
0

Empregados da Caixa criam comitê da ONG Moradia e Cidadania em Petrolina

     Levar as ações e projetos sociais aos municípios interioranos de Pernambuco é uma missão essencial para ONG Moradia e Cidadania/PE. Entretanto, para sua execução e acompanhamento, é imprescindível a participação, como voluntários ou associados, dos empregados da Caixa Econômica Federal filiados às unidades do banco nos interiores Pernambucano.

     Em Petrolina, município localizado a 712 km de Recife, os empregados Paulo Lira (superintendente de Rede- SR Vale do São Francisco), Gessemara Cavalcante (Gerente de Rede – SR Vale do São Francisco) e Rita Lira (Assistente de Varejo – SEG Vale do São Francisco) deram exemplo. Frente à pandemia do Coronavírus, eles se uniram e fundaram o segundo comitê da ONG Moradia e Cidadania em Pernambuco – o primeiro é o Comitê da Agência Olinda.

     A primeira ação conjunta do comitê foi a articulação da compra de 100 cestas básicas e 100 kits de materiais de limpeza para famílias em vulnerabilidade social atendidas pela campanha “Transforma Petrolina”. A próxima tarefa social será aumentar o número de pessoas engajadas com a ONG de modo a, consequentemente, alavancar o trabalho social da organização na localidade.

      “A partir do momento em que conseguirmos trazer mais visibilidade da ONG para ações no sertão do Estado, faremos um movimento, junto com os Gerentes Gerais das Unidades, a fim de promover maior adesão dos empregados nas Unidades. Será levantado quantos empregados não são associados e, a partir daí, faremos a abordagem do comitê também via e mail/telefone, sensibilizando os colegas para participar da ONG e viabilizar ações nos municípios nos quais estão inseridos. Também manteremos contato com clientes Caixa, os quais, através do relacionamento e da vontade de ajudar o próximo, poderão também se associar” disse a integrante do Comitê Petrolina, Rita Lira.

Confira os integrantes do novo Comitê:

Confira, também, a entrevista completa com Rita Lira:

1) Como o comitê articulou a doação de 200 cestas básicas de alimentos e materiais de higiene para o Transforma Petrolina?

Vivenciamos um momento ímpar no cenário mundial. A necessidade imperiosa de ajuda mútua a fim de proporcionar um pouco mais de dignidade e cidadania à população, sensibilizou o comitê no apoio às ações propostas pelo movimento Transforma Petrolina. A fome tem pressa e a população ansiava por alimentos , tendo em vista que, à época da doação,  os auxílios governamentais ainda não tinham sido liberados.

Mantivemos contato com a Coordenação do Transforma Petrolina, o qual demonstrou total interesse em viabilizar a transferência das doações da ONG Moradia e Cidadania para as famílias que realmente necessitavam.

2) Quais ações o comitê realizará para bater a meta de 100 novos associados?

A partir do momento em que conseguimos trazer mais visibilidade da ONG para ações no sertão do Estado, faremos um movimento, junto com os Gerentes Gerais das Unidades, a fim de promover maior adesão dos empregados nas Unidades.

Será levantado quantos empregados não são associados e a partir daí a abordagem do comitê também por e mail/telefone, sensibilizando os colegas para participar da ONG e viabilizar ações nos municípios aos quais estão inseridos.

Também manteremos contato com clientes Caixa, os quais, através do relacionamento e da vontade de ajudar o próximo, poderão também se associar.

3) Qual é o sentimento de ser voluntário da ONG e realizar ações sociais?

Ser um voluntário é gratificante e recompensador. É fazer a diferença na vida de alguém. Esta atividade é interessante para conhecermos melhor a realidade que nos rodeia. Ao nos preocuparmos com a vida dos outros, ao nos empenharmos por causas de interesse social e comunitário, estamos estabelecendo laços de solidariedade e confiança recíproca que nos protegem em tempos difíceis, tornam a sociedade mais integrada e nós seres humanos melhores.

Categorizados em: