Coordenador da Moradia e Cidadania/RO participa de projeto que apóia desenvolvimento urbano em país africano

  • Início
  • Coordenador da Moradia e Cidadania/RO participa de projeto que apóia desenvolvimento urbano em país africano
9 nov 2015
0

Coordenador da Moradia e Cidadania/RO participa de projeto que apóia desenvolvimento urbano em país africano

     O Coordenador da Moradia e Cidadania/RO Jerry Fiusa, participou do encontro que trata do Projeto de Cooperação Técnica Internacional, com o objetivo de apoiar o desenvolvimento urbano no país africano São Tomé e Príncipe. O encontro ganhou destaque no Jornal da Caixa. Leia abaixo a matéria na íntegra.

—————————————————————————————————-———————————————————————————————————

Empregados Caixa realizaram visita ao país africano de São Tomé e Príncipe em razão do Projeto de Cooperação Técnica Internacional que objetiva apoiar o desenvolvimento urbano no país.

     Com foco nas questões de habitação e de ordenamento territorial, o encontro terminou nesta quarta-feira (4). O projeto está em fase final e a missão teve como um dos seus objetivos fortalecer as propostas do projeto considerando o recente início do mandato do governo eleito.

     Para o coordenador da equipe Caixa no projeto, engenheiro civil Carlos Etor Averbeck,  a “transferência de conhecimentos e a troca de experiências são contribuições simples, porém de grande impacto na realidade social de um país que ainda busca a construção de sua legislação básica, essencial para o exercício da gestão pública efetiva”.

     A importância da contribuição trazida pelo projeto foi destaque na reunião com o Ministro de Infraestruturas, Recursos Naturais e Ambiente de São Tomé e Príncipe, Carlos Villanova. O grupo deu especial atenção ao aspecto de sustentabilidade do processo construtivo de casas a partir de blocos de solo-cimento e os gestores  demonstraram interesse na continuidade e disseminação das ações do projeto pelo país.

    O técnico social da Caixa, Jerry Fiusa dos Santos, membro da equipe brasileira, identificou condições muito favoráveis ao processo de produção de habitações em São Tomé e Príncipe, pois existem outras iniciativas que trabalham a organização comunitária no país como o Projeto de Adaptação às Mudanças Climáticas, voltadas às comunidades da orla costeira.

     Durante reunião com o Ministro das Finanças e Administração Pública, Américo Ramos, a equipe brasileira e santomense recebeu elogios e agradecimentos pela condução do projeto, e destaque da sua importância no ordenamento territorial, uma vez que os próximos passos prevêem o apoio à elaboração da legislação urbanística em nível local e regional, além do aprimoramento da legislação de tributos imobiliários.

Fonte: Jornal da Caixa

Categorizados em:

Deixe uma resposta