A Moradia e Cidadania, ONG criada e mantida pelos empregados da CAIXA, vem ao longo de sua existência realizando um expressivo trabalho para redução das desigualdades sociais, buscando apoiar a população mais desfavorecida de nosso país. Este trabalho acontece graças ao apoio, participação e ao trabalho voluntário de muitos de nossos colegas.

     Diante isso, a ONG está elegendo mais um grupo de conselheiros para compor o Conselho Fiscal Nacional e é muito importante a participação de todos os associados neste processo eleitoral.

Conheça os candidatos homologados, escolha seu preferido e participe da eleição!

As votações serão realizadas nos dias 21, 22 e 23 de agosto de 2017 por meio do sistema eletrônico – a ser divulgado posteriormente.

Confira o Regulamento Eleitoral CFN 2017

Acesse o Calendário CFN

Assista e divulgue o vídeo dos candidatos. Clique aqui. 


CANDIDATOS:

Adão Sberse (SP)

Experiência profissional: Caixa Econômica Federal durante 31 anos – Carreira Gerencial

Por que você acredita que teria um bom perfil para o cargo de Conselheiro Fiscal Nacional? Porque já atuo nos projetos da Moradia e Cidadania na Zona Norte de São Paulo desde 2008. Gostaria de novos desafios

Quais são suas motivações para assumir esta função? Estou aposentado e os desafios trazem novas oportunidades.

 

 


 

Armeny Silva Cardoso (SP)

Experiência profissional: Docente no ensino médio e Empregada da Caixa (1989 a 2017), Instrutora, Gerente PF e Gerente Geral.

Por que você acredita que teria um bom perfil para o cargo de Conselheiro Fiscal Nacional? A experiência profissional adquirida em mais de 30 anos de trabalho, conduta ilibada, valores e visão de mundo faz com que eu me sinta capacitada a inicial a participação mais efetiva na instituição.

Quais são suas motivações para assumir esta função? Crença num mundo melhor por meio de trabalho de capacitação e empoderamento.

 


Carlos Alberto Araújo dos Santos (BA)

Experiência profissional: Técnico em Contabilidade, professor de língua e literatura brasileira e portuguesa, empregado Caixa com diversas funções durante esses 28 anos. Instrutor estratégico Caixa. Atual presidente do Conselho Fiscal Nacional da ONG Moradia e Cidadania (2013-2017).

Por que você acredita que teria um bom perfil para o cargo de Conselheiro Fiscal Nacional? Pela experiência adquirida nesses três últimos anos como membro e atual presidente do CFN.

Quais são suas motivações para assumir esta função? Dar continuidade ao trabalho que realizamos e passar o histórico das atividades para os novos membros.

 


Carlos Miguel Gonçalves (SP)

Experiência profissional: Na Caixa: Ag. Mauá, Ag. São Caetano do Sul. Atualmente Cedes-SP 551. Anterior à Caixa: Banco Crefisul (Citibank), Banco Real, Banco Boavista, Villares e Origin.

Por que você acredita que teria um bom perfil para o cargo de Conselheiro Fiscal Nacional? Pela experiência acumulada em Bancos e ter formação Contábil.

Quais são suas motivações para assumir esta função? Contribuir para atender às necessidades da gestão da entidade.

 


Francisco das Chagas Ferreira Pinto (PI)

Experiência profissional: Gerente Geral – Caixa Econômica Federal/Piauí.

Por que você acredita que teria um bom perfil para o cargo de Conselheiro Fiscal Nacional? Pela minha formação em Ciências Contábeis e pela experiência de mais de 20 anos de agência CEF.

Quais são suas motivações para assumir esta função? Colaborar com o social.

 

 

 


Osvaldo Moerbeck (PE)

Experiência profissional: Caixa Econômica Federal – aposentado

Por que você acredita que teria um bom perfil para o cargo de Conselheiro Fiscal Nacional? Com meus poucos ensinamentos sobre Contabilidade e Administração, tentarei fazer um bom trabalho.

Quais são suas motivações para assumir esta função? Estar mais próximo das resoluções da ONG Moradia e Cidadania, trabalhar e aprender junto aos colegas e poder influenciar nas decisões de maneira de positiva, junto à ONG. 

 

PARTICIPE DA VOTAÇÃO!

Por GB Sites Brasília | Criação de sites