Apresentação dos Candidatos: Conselho Deliberativo

16 set 2021
0

Apresentação dos Candidatos: Conselho Deliberativo

Álvaro Augusto Hall – Distrito Federal

Empregado da Caixa de 1983 a 2020. Na Matriz foi Gerente Nacional de Responsabilidade Social, participou da criação e coordenação do Programa Caixa ODM, foi Gerente Nacional da Sala das Prefeituras, onde participou da implantação das salas dos municípios em todas as Superintendências Regionais, e foi Consultor da Presidência da Caixa. Sua formação é em engenharia mecânica e é Pós-graduado em Gestão Social e Terceiro Setor.

Está associado à ONG há mais de 5 anos, é representante da Moradia e Cidadania no Comitê Gestor do programa de parcerias entre a ONG a FENAE, que realiza projetos de educação e hortas comunitárias em parceria com as APCEFs em 12 Estados. Participa do Comitê de Aposentados do Distrito Federal e do grupo de discussões sobre estratégias de voluntariado e novos associados. Trabalhou na Secretaria de Assuntos Federativos da Presidência da República.

Tem bom conhecimento teórico e participação em organizações do Terceiro Setor, sua disponibilidade para as atividades é boa. Sua proposta para o CD é o trabalho em conjunto e sua motivação é contribuir para o aproveitamento do potencial da ONG na união dos empregados ativos e aposentados da Caixa na realização de ações e projetos que contribuam para a redução das desigualdades sociais.

Edênia Do Amparo Fernandes Lopes – Minas Gerais

Empregada da Caixa com mais de 25 anos em gerência e um ano na gerência do Caixa Crescer. É formada em Economia, tecnóloga em Processos Gerenciais no Terceiro Setor e pós-graduada em Gestão Empresarial.

É associada há mais de 15 anos à ONG, participa como voluntária do colegiado da Coordenação Estadual de Minas Gerais desde 2012, e acompanha os projetos em andamento via Sistema de Gestão e participou de ações em outros estados. Está articulando a estruturação do Comitê de aposentados de BH e de outras macrorregiões do estado. Ocupa a Presidência do atual Conselho Deliberativo da Moradia e Cidadania – gestão 2017-2021.

Tem bom conhecimento teórico e participação em organizações do Terceiro Setor e boa disponibilidade de tempo para as atividades. Pretende atuar no CD conforme o Estatuto da Moradia e Cidadania, em suas atribuições e deveres. Pretende Rever/reescrever o Regimento Interno e incentivar as condições de atuação da Presidência e Coordenações estaduais. Sua proposta é participar ativamente dos processos de construção de parcerias, relacionamentos institucionais, campanhas, busca de recursos e divulgação da ONG. Atuar de forma participativa e disponível nas questões locais junto à Coordenação. Quer continuar contribuindo de forma voluntária como indivíduo e coletivamente para ampliar e fazer crescer a Moradia e Cidadania frente aos desafios de hoje e no futuro.

Jeane Nunes Guerra – Bahia

Empregada da Caixa de 1981 a 2012. Seu trabalho foi dedicado, ao longo de toda a carreira profissional, a programas de habitação da Caixa. Como Técnica de Fomento e Supervisão de Habitação passou a envolver-se também com políticas públicas habitacionais e, em decorrência, formou-se em Serviço Social.

Está associada da ONG Moradia e Cidadania desde meados de 2020, quando passou a integrar o Comitê de Aposentados da Bahia e atuar diretamente na ajuda aos cidadãos mais necessitados, por meio de ações emergenciais socorrendo famílias em extrema pobreza, impactadas pela pandemia e impossibilitadas de gerar seu próprio sustento. É Diretora Administrativa da APCEF/BA, Conselheira do Conselho Deliberativo da Associação de Aposentados/BA e membro do Comitê de Aposentados da ONG Moradia e Cidadania.

Tem bom conhecimento teórico e participação em organizações do Terceiro Setor e disponibilidade total para as atividades, acredita que as propostas para o Conselho Deliberativo da ONG vão surgindo de acordo com as demandas e sempre está motivada para a participação e realização de ações solidárias e de voluntariado.

João Deom Pereira – Minas Gerais

João Deom Pereira, nascido em Carmo da Cachoeira, MG, em 11/09/1959. Filho de agricultores, desde pequeno trabalhou com os pais e irmãos no campo. Em idade escolar, mudou-se para cidade de Três Corações, onde também trabalhou no comércio, na indústria e como professor na rede pública e privada. Ingressou na Caixa 1981, atuando em diversas unidades de ponta da CAIXA, ocupando diversas funções de confiança. Aposentou-se em 2013, como Superintendente Regional.

Participa da ONG Moradia e Cidadania desde sua fundação, por entender que nela pode-se realizar ações que valorizam a pessoa humana e suplementa, de alguma forma, as atividades que na CAIXA, por motivos legais, não podem se realizar. Outrossim, a ONG é um espaço de atuação privilegiado, onde se pode potencializar objetivos e ações individuais e coletivas, aproveitando as múltiplas capacidades e competências dos colegas empregados e aposentados da CAIXA.

Fez parte do Conselho Deliberativo da ONG Moradia e Cidadania no período de 2006 a 2010. Tem bom conhecimento teórico e participação em organizações do Terceiro Setor e ótima disponibilidade de tempo para as atividades.

Joaquim Sacramento da Silva – Pará

Joaquim Sacramento da Silva, casado, avô, bacharel em ciências contábeis, foi empregado da CAIXA durante 41 anos, passando por agências, contabilidade e logística.  Hoje aposentado. Estuda diversas terapias alternativas que lhe permitem uma percepção sensível do comportamento humano e das relações sociais.

Entrou na ONG como Gerente Estadual, em março de 2009.  E desde janeiro 2010 é Coordenador Estadual do Pará, que abarca o Amapá. Apesar considerar que não tem muitos conhecimentos sobre a área social, empenhou-se para que os projetos da coordenação fossem elaborados com um mínimo de técnica, visando assegurar resultados efetivos.

Sua Coordenação preza pela gestão transparente e o cuidado na aplicação dos recursos para evitar desvios e desperdícios. Manteve na maior parte dos anos um comitê consultivo e Conselho Fiscal, que acompanharam as ações realizadas. Além disso, atuou praticamente sem despesas administrativas, procurando otimizar a aplicação dos recursos, direcionando-os com toda a prioridade ao beneficiário final.

Destina boa parte do seu tempo disponível à ONG Moradia e Cidadania, em primeiro lugar por senso de dever e, também, porque considera que as atividades devolvem de imediato um sentimento de regozijo e de valor, indescritíveis para quem não passou por tais experiências.

Em sua atuação no Conselho Deliberativo pretende ampliar a participação e a compreensão sobre a instituição, munido do que já aprendeu no âmbito estadual, estimulando os valores fundamentais da ONG, em especial a isenção partidária, visando conquistar e manter um número maior de associados.

Luciane Luz Pretto – Rio Grande do Sul

Empregada da Caixa por mais de 30 anos, atuando em diversas unidades como gestora, como Taquara, Parobé, Campo Bom, Igrejinha, Três Coroas, Nova Hartz e São Sebastião do Cai. É formada em Administração e tem pós-graduação em Recursos Humanos e Marketing.

É associada à ONG Moradia e Cidadania desde 2002, com breve interrupção depois da aposentadoria, que ocorreu em 2017.  Participou por diversos anos do Comitê do Vale dos Sinos e desde o ano passado integra os Comitês Metropolitano e de Aposentados do RS. Durante sua atuação na Caixa incentivou sempre a realização de projetos da ONG nas cidades em que trabalhou, levando assim muitos colegas a se associarem à ONG como forma de apoiar os projetos. Acredita muito na questão associativa, no modo coletivo para se vencer as desigualdades sociais e como forma criadora de oportunidades.

Considera que a atuação da ONG no combate à fome e miséria no início de suas atividades é uma forte referência de atuação e uma forma inspiradora e motivadora para continuarmos nesta toada em que a Moradia e Cidadania vem atuando. Acredita, no entanto, que quando for possível a ONG deve atuar em projetos estruturantes como forma de promover o conhecimento e a capacitação, que trazem a sustentabilidade aos beneficiários e à Moradia e Cidadania a certeza da perpetuidade do comportamento colaborativo.

Tem bom conhecimento teórico e participação em organizações do Terceiro Setor e total disponibilidade para as atividades. Quer otimizar ações para novos associados e acredita muito na força que o trabalho voluntário em conjunto é capaz de realizar.

Marcio Aparecido Polveiro – Goiás

Empregado da Caixa, atuou em diversas áreas como agências, recursos humanos, treinamento e desenvolvimento de pessoas, habitação, superintendência regional e FGTS. Trabalhou no mercado como empresário, professor, terapeuta floral e psicólogo clínico. Formado em Psicologia e com estudos complementares em elaboração de projetos técnicos sociais, de responsabilidade socioambiental e Investimento social.

Está na ONG Moradia e Cidadania desde 2004, participou da elaboração, administração e coordenação de vários projetos sociais de 2004 a 2013 e em projeto na região norte do país.

Atuou na ONG como Gerente de Projetos Sociais, Gerente Administrativo Financeiro, Coordenador Estadual de Goiás e Presidente do Conselho Fiscal em Goiás.  E, como profissional da saúde, como voluntário, em projetos de Práticas Meditativas e Florais de Bach.

Tem ótimo conhecimento teórico e participação em organizações do Terceiro Setor e disponibilidade para as atividades. Pretende atuar em parceria com a Presidência Executiva, Coordenações Estaduais, Conselhos e associados, no cumprimento do Estatuto e Regimento Interno. Incentivar e proporcionar condições aos gestores da ONG, na busca de conhecimentos, por meio de cursos, benchmarking e parcerias, junto a outras organizações da sociedade civil, entidades públicas e empresas, que atuam com o conceito de ESG. Quer contribuir com a continuidade e atualização de boas práticas na gestão da Moradia e Cidadania e auxiliar na solidificação e ampliação da sustentabilidade e realização de projetos de impacto social.

Maria de Fátima Costamilan – Paraná

Empregada da Caixa de 1989 a 2018, atuou nas áreas de Comunicação Social, Saúde, Marketing Cultural e Assessoria Administrativa e Responsabilidade Social na Superintendência de Curitiba. Ali também atuou na implantação de campanhas e programas de disseminação dos ODM Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, na implementação e organização de programas de Coleta Seletiva para Inclusão Social com Catadores. Representou a Caixa no COEP – Comitê das Empresas Públicas no Combate à Fome, no Conselho Estadual de Segurança Alimentar do Paraná, no Conselho Empresarial de Cidadania da FIEP/PR e no Fórum Estadual de Economia Solidária. É formada Publicidade e Propaganda pela UFPR Comunicação Social.

É voluntária na ONG Moradia e Cidadania desde 2000. Em 2001 assumiu a Coordenação Estadual do Paraná e desde então tem integrado a Moradia e Cidadania nas pautas do movimento social e gerando parcerias junto a outras organizações da sociedade civil, assim como aos governos e à comunidade acadêmica.  Sua atuação prioriza os empreendimentos solidários e processos de construção da política pública de Economia Solidária no Paraná.

Pretende fortalecer a representação das bases estaduais para aprimorar os processos de decisão. Levar sua experiência de coordenação estadual para contribuir com o trabalho do Conselho Deliberativo e abrir a coordenação a novos voluntários para que tenham esta possibilidade de atuar diretamente com os projetos.

Maria Rosa Pacheco Vieira – Rio Grande do Sul

Trabalhou na Caixa de 1981 a 2012, nas agências Passo Fundo e Não Me Toque, em diversas áreas meio, Divisão de Patrimônio em Porto Alegre e Santa Maria. Aposentou-se na Gerência de Retaguarda de Santa Maria/RS. É formada em Ciências e Fonoaudiologia, é especialista em Fonoaudiologia-Linguagem.

Está na Moradia e Cidadania desde o início e participa da realização de ações e projetos do Comitê Regional de Santa Maria/Pelotas, auxiliou na implantação de salas digitais, construção de moradias para famílias de baixíssima renda, creches e ações de doação de alimentos às pessoas carentes e entidades como casas de acolhimento a crianças, idosos e mulheres vítimas de violência.

Tem bom conhecimento teórico e participação em organizações do Terceiro Setor e boa disponibilidade para as atividades. Quer aprofundar-se nas atribuições do Conselho, participar das atividades e estudar, deliberar sobre as demandas com os colegas. Sua motivação é poder colaborar com a parte administrativa da ONG de forma voluntária, mas também na atuação do Comitê Santa Maria/Pelotas, onde é coordenadora, contribuindo para que a engrenagem do bem, da fraternidade aos mais carentes se consolide e com a participação ativa dos associados consigamos fazer nossa parte na construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

Mércia Maria Carvalho de Alencastro Fossa – Pernambuco

Trabalhou na Caixa durante 32 anos em diversas funções como Gerente de Núcleo, Gerente de Logística da Central de Loterias, Consultora de Campo e Supervisora de Canais, Instrutora e Tutora da Universidade Caixa. Trabalhou como professora e é Consultora Empresarial. Tem Mestrado em Administração e formação em Coaching Empresarial.

Está há mais de 15 anos na ONG Moradia e Cidadania, participou do projeto Brigada da Alegria, campanhas de arrecadação, de doações e captação de apoio junto à rede lotérica, de bancas de avaliação/seleção de jovens aprendizes e foi membro do Conselho Fiscal.

Tem ótimo conhecimento teórico e participação em organizações do Terceiro Setor e ótima disponibilidade para as atividades. Quer atuar para o nivelamento de atuação em âmbito nacional, proporcionando a todos os estados condições similares. Acompanhamento da implementação das ações nacionais, com proposição de ajustes para a otimização do potencial instalado nos Estados. Sua motivação é a de poder contribuir para o cumprimento do papel do Conselho, aproximando-o dos estados, visando apoiar, compartilhar e adquirir conhecimentos.

Rosanjilis Maria Busanello – Rio Grande do Sul

Ingressou na Caixa em 1989 na Agência Santa Maria/RS onde exerceu a função de Secretária da Gerência Geral. Em 1991 transferiu-se para a Agência Baía Norte, na cidade de Florianópolis/SC, onde exerceu as funções de Secretária e Assistente Administrativo da Superintendência Regional. Em 2001 retornou ao Rio Grande do Sul e passou a trabalhar na GIDUR Porto Alegre, atual GIGOV/PO, onde permaneceu como Supervisora e Assistente Sênior até a aposentadoria, em dezembro/2020. É formada em Ciências Contábeis e tem Pós-graduação na área ambiental.

É associada da ONG Moradia e Cidadania desde o início de suas atividades e, antes mesmo, já exercia atividades de voluntariado nos Comitês da Ação da Cidadania no combate à fome e à miséria, em sua unidade de trabalho. Integra o Comitê das Áreas Meio de Porto Alegre desde a criação em 2001, onde participou de grande número de projetos, especialmente na área da reconstrução de moradias para famílias de baixíssima renda, em diversas comunidades de Porto Alegre.  Atualmente participa também do Comitê Aposentados RS e do Comitê da Superintendência de Porto Alegre, assim como dos grupos de gestão estadual da ONG, Articulação dos Comitês RS e Comitê de Comunicação RS

Tem ótimo conhecimento teórico e participação em organizações do Terceiro Setor e ótima disponibilidade para as atividades. Quer aproximar o Conselho Deliberativo dos Órgãos Administrativos para pautar a dinâmica/evolução das necessidades de atuação da ONG. Sua motivação é contribuir para o crescimento e o fortalecimento da Moradia e Cidadania.

Categorizados em: