A Escola Municipal Presidente Dutra, em Farroupilha, foi presenteada com mais uma sala de leitura, promovida pela Moradia e Cidadania – Coordenação RS. A nova sala chama-se “Espaço da Imaginação” e foi inaugurada nesta quinta-feira, 25 de outubro de 2018.

     Contado com esta, são cinco salas inauguradas pelo “Projeto Sala de Leitura”, criado pela Moradia e Cidadania/RS para incentivar a leitura, a educação e a cultura; através de espaços que tragam a perspectiva de que a leitura pode ser vista como um portal que permite atravessar os limites de tempo e espaço. Além da leitura, as salas são um espaço para exposição de histórias, oficinas e teatro de fantoches.

     A Escola Presidente Dutra, localizada na Avenida Veneza, em Farroupilha/RS, atende, atualmente, cerca de 430 alunos do Ensino Fundamental, nos turnos matutino e vespertino. A preocupação com a leitura sempre foi uma realidade na instituição, que, hoje, possui em seu currículo o projeto de leitura “Eu Sou Leitor”, o qual visa formar cidadãos capazes de “ler o mundo” e, a partir de tal leitura, produzir discursos, orais ou escritos.

     Incentivar o hábito da leitura significa ampliar a oportunidade de acesso ao livro. Neste cenário, e entendendo a importância das bibliotecas para a sociedade, por promover o desenvolvimento cultural, a Escola percebeu a importância da preservação e atualização constante do espaço que abriga os livros.

     Dessa forma, a ideia foi tornar o espaço mais funcional, propiciar melhores condições de uso e proteção ao acervo e, ao mesmo tempo, providenciar um local alegre e lúdico para despertar o interesse dos alunos e uma consequente ampliação de repertório crianças e jovens.

     Os projetos contam com a parceria da Tuti Arquitetura e Inovação, através das arquitetas Deise e Simone Fraga, que traduzem as necessidades pessoais em espaços repletos de alegria e luz. Além disso, a Tuti participou, ainda, da Campanha de Doação de Livros “Desapegue-se”, a qual ocorreu na Agência da Caixa Econômica, em Farroupilha, entre colegas e aposentados; na Escola Presidente Dutra e no Colégio Nossa Senhora de Lourdes. Ao todo, foram arrecadados mais de 1000 livros.

     Considerando, ainda, as noções de reaproveitamento, preservação ambiental e consumo consciente, a Coordenação também dispõe da parceria com o Banco do Vestuário de Caxias do Sul, que, no referido projeto, produziu as almofadas com a reutilização de tecidos.

     Ademais, o projeto contou com o apoio da Gio& Doug Artes, com a produção de uma encantadora árvore decorativa para compor o espaço; da Magazine Valentini e Dorigon Móveis e Decorações, que promoveram a doação de tapetes e tecidos; do CPM da Escola Presidente Dutra, que providenciou a pintura e a instalação elétrica de novas lâmpadas no local, além da colaboração das empresas Relitte Tapetes e Revestimentos, Estofados Benjamin, Móveis Zucolotto e Ferragem Aurora.

     Para a Coordenadora Regional da Moradia e Cidadania/RS, Debora Cristina Bolzzoni, o Projeto Salas de Leitura tem um papel de grande importância no incentivo à leitura: “Esse projeto nasceu de uma lembrança da minha infância da biblioteca da escola em que eu estudava, que tinha almofadas, onde eu sentava para ler, e onde eu fui descobrindo o universo encantador da leitura….Acredito no poder transformador da educação e  da leitura, incentivar a criação de espaços como este com toda a certeza contribui para o desenvolvimento cultural, social e crítico das crianças e adolescentes”, pontua.

     A Moradia e Cidadania/RS agradece a todos que doaram os livros pelo sucesso da “Campanha Desapegue-se”, bem como às instituições parceiras, especialmente à Escola Municipal Presidente Dutra, pela oportunidade.

Conheça as outras quatro salas do Projeto “Sala de Leitura – Espaço da Imaginação”

– Projeto Sala de Leitura: Era Uma vez!

     Entendendo que incentivar o hábito da leitura é responsabilidade de todos, mas que é na escola que essa atitude ganha maior foco, duas professoras do Apolinário, Aline Turella e Jaqueline Bernardi, criaram o Projeto “Sala de leitura: Era Uma Vez”. As duas desenvolveram com os estudantes um trabalho com o mote: “Os alunos do Apolinário se importam com a leitura”.

     Para elas, a sala de leitura é o lugar propício para motivar e incentivar o hábito desde a infância: “É imprescindível enxergar com novos olhos o verdadeiro universo mágico e encantador do livro na sala de aula e, consequentemente entendendo-se ai toda prática cotidiana do aluno. A implantação do projeto de leitura fará com que os alunos descubram o maravilhoso mundo da leitura, do conhecimento, da magia. Com este projeto, pretendemos mostrar apenas uma forma de incentivar a leitura, pois acreditamos na formação de leitores conscientes de seu papel na sociedade, e a leitura pode ser o primeiro passo para essa conscientização”, pontua.

     O nome “Era uma Vez” busca fazer alusão à perspectiva da leitura como um portal que permite atravessar o limite de tempo e espaço, observando a natureza humana, suas fraquezas e virtudes, e compreendendo sua própria história.

– Projeto Sala de Leitura: “O Pequeno Príncipe”

     O nome “O Pequeno Príncipe”, escolhido pelos professores da ACF, visa trazer alusão a um dos personagens mais famosos, estimados e atemporais, cativando crianças e adultos. Sua história comove pela simplicidade de suas mensagens, com teor otimista e de amor ao planeta, vai de encontro ao trabalho realizado pela ACF na construção de novas perspectivas para as crianças e adolescentes por eles atendidos.

Projeto Sala de Leitura: Era uma Vez… Nas asas da Imaginação

     A Escola de Educação Infantil Casa da Criança atende 108 crianças na faixa etária de 1 a 5 anos, em turno integral. Localizada no Bairro Jardelino Ramos, recebe crianças deste zoneamento e arredores, incluindo os bairros Jardim América, Madureira, Bela Vista, Centro, Cruzeiro, Presidente Vargas e outros, cujas famílias, em sua maioria, vivem em situação de vulnerabilidade social.  

     No local, a ideia central para o espaço foi a promoção de um espaço lúdico e multiuso para atender às crianças. O projeto contou com o auxílio de múltiplos parceiros, entre eles os lotéricos de Caxias do Sul, que, através do Caminhão da Sorte das Loterias da CAIXA, doaram a comissão sobre a comercialização dos jogos realizados no Caminhão para o Projeto.

– Projeto Sala de Leitura Nas Asas da Imaginação – Ampliando Horizontes

     Localizado no CAE Euzébio Beltrão de Queiroz, local onde acontecem as atividades do Serviço de Convivência CAE Ampliando Horizontes, é um centro comunitário que funciona em parceria com a Prefeitura Municipal de Caxias do Sul e a AMOB.

     Hoje, atende cerca 100 crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos, no contraturno escolar, oferecendo diversas atividades, entre elas: futebol, culinária, Taekwomdo, atletismo,  leitura de contos, produção textual, brincadeiras dirigidas, teatro, dança e artes.

     No local, a Sala de Leitura foi criada para, juntamente a outras ações, despertar o interesse pela leitura nas crianças e nos adolescentes, contribuindo positivamente na sua formação cidadã através do incentivo de uma linha de pensamento crítico e analítico. Em conjunto com o Projeto, foi criada a “Bicicleta Literária”, a qual  carrega uma pequena parcela do acervo da Sala de Leitura Comunitária, ação que visa convidar os ouvintes a desvendarem o universo literário contido na Sala de Leitura.

Por Sites em Brasília | Criação de sites profissionais