A ONG Moradia e Cidadania/PE inaugurou, no mês de julho, o projeto Aprendendo a Vencer – o seu 22º desenvolvido em Pernambuco. Trata-se do apoio constante às oficinas de música e lazer desenvolvidas pela Associação de Moradores da Ilha do Maruim (ASPIM) em sua sede, no bairro de Santa Tereza, Olinda. Nelas, 40 crianças aprendem música com flautas e se divertem nas aulas de recreação realizadas nas manhãs dos sábados. A intenção do projeto é afastar os pequenos moradores da Ilha do Maruim do convívio da violência e das drogas que afligem a região. “Aqui é fácil [entrar para criminalidade] pois os menores pra eles (traficantes) é vantagem porque não vão presos”, disse a professora voluntária de música da ASPIM, Elizabete da Costa.

     Para ajudar a associação neste trabalho social, a Moradia e Cidadania doou 20 flautas, 20 pandeiros, 20 estantes de partitura, um teclado e cordas para violão. A ONG também disponibilizará materiais para as aulas teóricas de música (livros de teoria musical, cadernos de música, canetas, borrachas, etc.) e para a oficina de recreação (cartolinas, tubos de colas, tintas e afins). Além disso, apoiará com os lanches semanais, um dos principais problemas que a ASPIM enfrentava. “No começo nós pedíamos lanches na mercenária e padaria. Um dava um biscoito, o outro dava uma coisinha. Eu me sentia chateado. Eu via que os meninos necessitavam”, disse o pescador e presidente da associação, José Jorge.

     O apoio da ONG irá até dezembro desde ano.

 

 

Por Sites em Brasília | Criação de sites profissionais