O projeto oportunizou em 2016 a realização de 28 cursos/oficinas de capacitação nos municípios tocantinenses de Palmas, Nova Olinda e Porto Nacional. As ações que objetivaram contribuir para a ocupação produtiva, geração de trabalho e renda e inclusão social, beneficiaram 568 pessoas e aconteceram com o envolvimento de vários parceiros, entre eles: centros comunitários, creches, casa de apoio, corpo de bombeiros, igrejas, empresa e associações de moradores.

     As áreas de produção foram: reciclagem (latas e vidros); alimentação saudável; culinária (panificação, bolos, chocolate e salgados e doces para eventos); bordados em pet aplique; arte em tecidos (bolsas, flores e peso de portas); pintura em tecidos; crochê; papel reciclado com fibras vegetais, sabonetes artesanais e decoração natalina. A maioria das participantes são mulheres que esperam no aprendizado uma oportunidade de complementar a renda familiar. Os beneficiários também recebem orientações sobre associativismo e cooperativismo visando a formação de grupos produtivos nas respectivas áreas.

     A metodologia utilizada é participativa e incentiva o envolvimento de voluntários, parceiros e comunidade. Dessa forma, a Moradia e Cidadania/TO fornece os insumos, os instrutores são voluntários e os demais parceiros e comunidade contribuem com a infraestrutura do local e demais materiais necessários para a realização das ações. Também houve participação de grupos apoiados pelo projeto na Feira de Artesanato FENEARTE, em Olinda/PE e exposições em empresas parceiras como a Caixa Econômica Federal, em Palmas/TO.

     Os cursos tem como objetivo promover capacitação e oportunidade de geração de renda para os grupos envolvidos. Dessas iniciativas surgiram empreendedores individuais e organizações coletivas, além de ter oportunizado geração de trabalho e renda para mães que não tem como sair de casa para exercer outras atividades produtivas.

Por GB Sites Brasília | Criação de sites