A Moradia e Cidadania/PA incentiva desde junho de 2011 o “Projeto Harmonia”, desenvolvido pela ONG Cristo Redentor há 13 anos, no bairro do Coqueiro, em Belém, presidida pela Sra. Estella Helena Bacellar Cruz. O projeto tem o objetivo de estimular a cidadania por meio da educação musical.

    A ONG contribui realizando o pagamento de uma “bolsa” a quatro ex-alunos da Cristo Redentor que atuam como instrutores, ensinando aos que, ora, iniciam-se na arte.

    Em uma reunião de prestação de contas realizada no dia 23 de dezembro de 2011, com o coordenador do Pará, Joaquim Sacramento, os instrutores fizeram inúmeros relatos de resultados já alcançados nos poucos meses de aulas. Entre eles o da pequena Tamires, de dez anos de idade.

   A mãe de Tamires sentia-se abatida em decorrência de um acidente e procurou as aulas de música, com o fim de aliviar seu mal-estar.  Seu casal de filhos acompanhou-a ao local das aulas e, lá, interessaram-se pela música e começaram a estudar, também. Em dezembro de 2011, o novo grupo foi fazer sua primeira apresentação no espaço cultural “São José Liberto”, quando um professor externo reconheceu o talento de Tamires para tocar trompete, convidando-a para fazer parte de um projeto apoiado pela Cia. Vale do Rio Doce, onde receberá apoio integral a seus estudos na música.

    O instrutor Everton falou que entrou no projeto com 13 anos como aluno e, hoje, com 21 anos, procura transmitir o que aprendeu, ensinando aos alunos a importância de tocar com sentimento e emoção. O instrutor Paulo descobriu que ensinando desenvolve-se muito mais do que simplesmente estudando, e vai além: aprende, também, sobre liderança, relacionamento, pedagogia etc.

    Esses relatos e outros mais feitos por esses jovens instrutores constituem-se em recompensa que a ONG recebe pelo investimento que faz, justificando a continuidade do projeto e valorizando a mensalidade de cada associado da Moradia e Cidadania.

    Atualmente o projeto está com 19 crianças e jovens, mas a ONG está buscando uma forma de incentivar a ampliação das turmas.

 

Por Sites em Brasília | Criação de sites profissionais