Projeto de Serigrafia, desenvolvido com o apoio da Moradia e Cidadania/ES, é destaque no Diário Oficial PDF  | Imprimir |  E-mail

O Projeto de Serigrafia – Oficina de Silkscreen, desenvolvido pela Moradia e Cidadania/ES em parceria com o Instituto de Atendimento Sócio-Educativo do Espírito Santo (IASES), foi destaque no Diário Oficial e no próprio site do Instituto, conforme link e matéria abaixo.

Os trabalhos na oficina são realizados por adolescentes que cometeram atos infracionais e que estão acautelados na Unidade de Internação Provisória (UNIP) em Cariacica/ES. As atividades deram início com a estamparia em camisetas. No entanto, o projeto ganhou corpo e se estendeu a ecobags, mouse pads, azulejos decorativos e agora trabalha com xícaras e canecas de porcelana.

As pessoas interessadas em adquirir qualquer um destes produtos citados, de forma personalizada, basta entrar em contato com a ONG por e-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , e encaminhar a foto no formato .jpg.

  • Mouse pads - R$10,00
  • Azulejo 15 x 15 - R$20,00
  • Bolsas ecobags 38 x 29 - R$10,00
  • Xícara - R$18,00
  • Caneca - R$15,00

 

Oficina de Serigrafia inicia produção de xícaras decoradas

 

A Oficina de Serigrafia da Unidade de Internação Provisória I (Unip I) do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (IASES), localizada em Cariacica, iniciou uma nova etapa de produção. Os adolescentes que já aprenderam a estampar roupas, ecobags, mouse pads, canecas e azulejos decorativos, agora estão trabalhando com xícaras e canecas de porcelana.
 
Os temas escolhidos para esta etapa da produção são os pontos turísticos de mais destaque do Espírito Santo como: o Convento da Penha, em Vila Velha, a Igreja e Residência dos Reis Magos, na Serra, o Parque Pedra da Cebola, em Vitória, a Praia da Costa, em Vila Velha, dentre outros.
 
A oficina de serigrafia é ministrada quatro vezes por semana no Espaço Pedagógico da Unidade, em Cariacica-Sede. As turmas são formadas por grupos de cinco adolescentes e contemplam todos os socioeducandos da Unidade, que ao final, recebem certificados de capacitação.


Durante as aulas, os socioeducandos aprendem a técnica de estamparia, denominada sublimação, as formas de manusear o maquinário de serigrafia e também recebem instruções sobre empreendedorismo, vendas e mercado de trabalho.

De acordo com o professor de serigrafia da unidade, Luiz Carlos dos Santos, a atividade, além de terapêutica, produz artigos que possuem valor de mercado. “A oficina de serigrafia ensina um ofício que pode ser utilizado como fonte de renda, já que existe espaço no mercado para essas produções. Além disso, nós estamos recebendo a contrapartida dos adolescentes, que é o empenho e o interesse”, contou.

Além da capacitação, a oficina de serigrafia também ocorre de forma integrada com os projetos de escolarização de artes e geografia. “Além da técnica profissionalizante, a escolha em decorar as peças com temas culturais e turísticos, estimulam o aprendizado acerca da geografia, história, cultura e economia de nosso Estado”, disse a subgerente socioeducativa, Rosa Elizabeth Lessa Ribeiro.

FAMÍLIAS

De acordo com a subgerente socioeducativa Rosa Elizabeth Lessa Ribeiro, as peças produzidas pelos adolescentes na Oficina de Serigrafia têm feito tanto sucesso, que está sendo ampliada e aberta para a participação de alguns familiares. “Identificamos inicialmente quatro famílias que trabalham com comércio que já estão participando das aulas em busca de consultoria, pois é uma técnica simples, mas muito interessante, que pode auxiliar na renda familiar do adolescente quando deixar a unidade e de sua família”, disse.
 
As peças confeccionadas pelos adolescentes já estão sendo encomendadas inclusive por servidores das Unidades do Iases. O valor arrecadado com as vendas é destinado para aquisição de materiais de trabalho para a oficina. A oficina conta também com a parceria da Organização Não Governamental (ONG) Moradia e Cidadania, fundada por funcionários da Caixa Econômica Federal. Os parceiros auxiliam na doação de equipamentos e materiais para a oficina como canecas, tintas, dentre outros.
 

 

Última atualização em Seg, 03 de Setembro de 2012 09:53