Divina Felipe de Moura é graduada em Ciências Contábeis com especialização (MBA) em Gestão de Pessoas. Ao longo dos anos, participou de ações voltadas às causas sociais, dentro e fora da Caixa Econômica. Divina tomou posse como coordenadora em agosto de 2015. Aposentada e sócia-fundadora da Moradia e Cidadania, foi selecionada por meio de processo seletivo aberto aos associados de Goiás, através de entrevista e análise curricular com a participação da Coordenação Estadual, do Conselho Fiscal Estadual e da Presidência Executiva. Quer conhecê-la ainda mais? Leia nossa entrevista exclusiva.

Moradia e Cidadania: Relate um pouco da sua trajetória na causa social.

Sempre me dediquei em trabalhos sociais. Um deles foi na Associação de Serviço à Criança Especial de Goiânia (ASCEP), no período de 1998 a 2002, juntamente com colegas da agência Tribunal de Justiça/GO. Quando iniciamos o trabalho, a Instituição carecia de recursos financeiros e materiais e as poucas doações não eram contínuas e não supriam sequer suas necessidades básicas. Mobilizamos colegas e alguns clientes da agência, para que efetuassem doações regularmente, de forma a possibilitar uma receita fixa para aquela entidade.

Moradia e Cidadania: O que te motiva a continuar com o trabalho social? Acreditar que é possível ajudar próximo melhorando a realidade do nosso país.

Moradia e Cidadania: Quais são suas expectativas como coordenador estadual? Ampliar os trabalhos da ONG, buscar uma participação mais efetiva desses associados nas ações da Moradia e Cidadania e desenvolver ações assistenciais que possam melhorar a vida das pessoas, contribuindo para a redução das desigualdades.   

Moradia e Cidadania: Qual a importância de desenvolver projetos sociais em comunidades de baixa renda? Levar oportunidade de desenvolvimento com ações visando educação, cultura, lazer, trabalho e geração de renda de forma a atingir uma lacuna que o poder público não consegue alcançar.

Moradia e Cidadania: Qual é a coisa de maior valor que você aprendeu com o trabalho voluntário? Que uma pequena contribuição minha, faz grande diferença na vida de outras pessoas. Se cada um de nós contribuirmos com uma pequena parcela, podemos transformar o mundo.

Moradia e Cidadania: Para você, qual a importância da inserção dos empregados na CAIXA nas ações da ONG?  O valor arrecadado com as doações dos associados voluntários torna possível a manutenção dos projetos mantidos pela Moradia e Cidadania, que proporcionam inclusão social de pessoas e comunidades mais vulneráveis socialmente.

     Os associados colaboram anonimamente e tornam isso possível, no entanto, se eles estiverem mais inseridos nas ações da ONG, terão a oportunidade de ver o resultado dessas ações e a sensação de dever cumprido que isso nos proporciona.

       Quer conhecer as ações realizadas pela Coordenação Goiás? Veja aqui.

Por GB Sites Brasília | Criação de sites