Aconteceu, nesta terça-feira, 25 de setembro de 2018, a estreia do Espetáculo Berorrokan – Origem do Povo Karajá. A apresentação ocorreu no Teatro Basileu França, em Goiânia/GO, como parte integrante da programação do II Seminário Goiano de Produção Cênica.

Temática do espetáculo

     Do fundo das águas do Rio Araguaia, emerge o povo Iny, que vem habitar as florestas aprendendo e ensinando com os animais do cerrado e construindo, assim, saberes e práticas que formam o mundo Karajá.

     A peça é composta por meio da integração de diversas linguagens artísticas, mesclando teatro, dança, circo e música. O corpo de intérpretes é composto por artistas com e sem deficiência.

     O NAIBF – Núcleo de Artes Integradas e Inclusão – é um núcleo de difusão artística vinculada à Coordenação de Arte e Inclusão do Instituto Tecnológico de Goiás em Artes Basileu França, apoiado pelo INAI – Instituto Arte e Inclusão.

     O teatro inclusivo constitui uma importante ferramenta para o desenvolvimento das pessoas portadoras de deficiências, visto que, além de promover o autoconhecimento e desenvolver a autoconfiança, fazer teatro é um exercício de aproximação das pessoas que possibilita uma melhor percepção do mundo. 

     Sem quaisquer contraindicações ou pré-requisitos, a prática teatral contribui significativamente para a melhoria da autoestima. Além disso, as aulas também proporcionam maior capacidade de se relacionar com as pessoas, aumento da consciência corporal, raciocínio e criatividade.

     Com apoio da Moradia e Cidadania/GO, o projeto oferece capacitação a jovens e adultos portadores de deficiências intelectuais, visuais, auditivas, físicas, múltiplas e outras síndromes, além de alunos sem deficiência em situação de vulnerabilidade, bem como seus familiares, visandoàa qualificação profissional e melhorias na qualidade de vida.

Por Sites em Brasília | Criação de sites profissionais