A Coordenadora Estadual da ONG Moradia e Cidadania em Pernambuco, Selda Cabral acompanhada por representantes da Defensoria Publica de Pernambuco e Patrimônio da União visitaram, no dia 27 de Abril de 2009, a comunidade Escorregou Tá Dentro, em Afogados, formada por 160 famílias que sobrevivem as margens do Canal da ABC.

    O encontro teve como objetivo a formação de um grupo de trabalho para definição das estratégias e atribuições de cada agente envolvido no processo de realocação das 160 famílias da comunidade. A Defensora Publica Natalli Brandi conversou com a comunidade, explicando o papel da defensoria publica na sociedade, como também de que forma a defensoria pode assessorá-los na conquista dos direitos da cidadania.

    De acordo com a coordenadora Estadual, Selda Cabral, a formação do grupo de trabalho representa um passo de extrema importância no projeto de realocação das famílias da comunidade. “A chegada de parceiros, entre eles, a Defensoria Publica e Patrimônio da União fortalece nossa ação, como também amplia nosso poder de articulação com as varias esferas envolvidas”, afirma a coordenadora.

 

Por GB Sites em Brasília e Temas Wordpress